Barriga de aluguel nos anos 80: romance policial brasileiro discute a maternidade

Jornalista Fabiane Guimarães lança segundo romance com tema inovador

A jornalista Fabiane Guimarães acaba de lançar seu segundo romance, intitulado “Como Se Fosse Um Monstro”. A obra utiliza elementos da literatura policial para construir suas tensões e viradas, trazendo à tona uma perspectiva não tradicional da maternidade.

A história se passa em Brasília, no final dos anos 1980, e tem como protagonista Damiana, uma mulher contratada para ser barriga de aluguel de um casal rico. A autora busca quebrar a ideia de que não ser mãe é uma decisão egoísta e horripilante, dando voz a uma perspectiva não explorada na literatura.

Explorando o contexto social na intimidade dos personagens

O livro tem como pano de fundo a questão da barriga de aluguel no contexto brasileiro entre o final dos anos 1980 e o início dos anos 1990. Apesar do período conturbado da história brasileira em que a trama está situada, Fabiane optou por não mergulhar muito na questão econômica e crise política da época. Em vez disso, ela prefere explorar o contexto social na intimidade dos personagens.

A obra tem duas personagens principais: Damiana, barriga de aluguel, e Gabriela, jornalista que a entrevista para um livro. As duas mulheres representam dois lados de uma mesma decisão: a de controlar o próprio corpo e ter autonomia sobre o próprio destino. A desigualdade social, racial e econômica do Brasil também é abordada na trama.

Da influência dos thrillers à literatura brasileira contemporânea

Fabiane cresceu no interior de Goiás e sempre sentiu que estava vivendo em um país à margem. A partir do momento em que decidiu abraçar o cerrado e escrever sobre ele, ela encontrou seu lugar na literatura brasileira contemporânea. Ela carrega influências dos thrillers e traz elementos de gênero em seus trabalhos, combinados a um trabalho de estética e linguagem.

“A boa literatura está em todos os lugares”, afirma a autora. Seu livro é uma prova disso, ao abordar temas importantes e atuais de forma acessível e envolvente.

Notícia A jornalista Fabiane Guimarães lança seu segundo romance ‘Como Se Fosse Um Monstro’, abordando a maternidade de uma perspectiva não tradicional.
Personagens Principais Damiana, barriga de aluguel, e Gabriela, jornalista que a entrevista para um livro, representando dois lados de uma mesma decisão: a de controlar o próprio corpo e ter autonomia sobre o próprio destino.
Contexto Histórico O livro se passa em Brasília, no final dos anos 1980, mas a autora optou por explorar o contexto social na intimidade dos personagens, sem mergulhar muito na questão econômica e crise política da época.
Influências e Estilo Fabiane carrega influências dos thrillers e traz elementos de gênero em seus trabalhos, combinados a um trabalho de estética e linguagem.
Discussão do Livro O livro discute a questão da barriga de aluguel no contexto brasileiro entre o final dos anos 1980 e o início dos anos 1990, sem deixar de lado a desigualdade social, racial e econômica do Brasil.

Com informações do site Jornal A Crítica.

Katia Rangel Katia Rangel

erente de projetos do portal. Graduada em Letras, tem como missão cuidar da parte técnica do site e garantir que tudo esteja sempre funcionando perfeitamente. Graduada em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Katia Rangel é a gerente de projetos do portal Bienaldolivrojf.com.br.

Deixe um comentário