“Doctor Who tinha razão”: astrofísico afirma que série sobre viagem no tempo acerta em um aspecto

O astrofísico Geraint Lewis, da Universidade de Sydney, revelou uma surpreendente afirmação sobre a precisão da série Doctor Who no que diz respeito ao funcionamento do tempo.

Durante uma entrevista concedida à Reuters, Lewis discutiu como os buracos negros podem demonstrar a dilatação temporal e afirmou que a descrição de Doctor Who pode ser precisa. Segundo o astrofísico, “no campo da física moderna, o tempo é algo complicado. Doctor Who estava certo ao descrevê-lo como ‘coisas tremeluzentes e requebrantes'”.

Doctor Who é um programa de ficção científica transmitido pela emissora britânica BBC há quase 60 anos, levando o público em aventuras pelo espaço e tempo. A série celebrará seu 60º aniversário com episódios especiais e outras produções menores no final de 2023.

A série sempre buscou ser minimamente precisa em relação à ciência dentro de seu universo ficcional em constante expansão. Durante sua concepção inicial, um dos criadores da série, Sydney Newman, esperava que Doctor Who pudesse ser um programa educativo, informando os espectadores mais jovens sobre a história. No entanto, o sucesso dos Daleks fez com que a narrativa se tornasse mais fantástica. Apesar disso, algumas representações de figuras históricas na série continuam sendo celebradas até hoje.

Além disso, Doctor Who também se destacou ao fazer previsões que se tornaram realidade. No episódio “The Long Game”, de 2005, a forma como o episódio aborda a construção das transmissões de notícias continua relevante atualmente, diante do desenvolvimento de tecnologias que utilizam inteligência artificial para criar imagens manipuladas.

Embora a precisão de Doctor Who possa variar, muitos podem ficar surpresos ao descobrir que uma das frases mais memoráveis do Décimo Doutor pode ter algum fundo de verdade. “Coisas tremeluzentes e requebrantes” resume, em um momento bobo e autoconsciente, a abordagem confusa da série em relação à viagem no tempo. A aprovação repentina de Lewis certamente deixará os fãs de longa data surpresos.

Fonte: Reuters

Resumo da Notícia
O astrofísico Geraint Lewis, da Universidade de Sydney, afirmou que a descrição de Doctor Who sobre o funcionamento do tempo pode ser precisa.
Doctor Who celebrará seu aniversário de 60 anos com episódios especiais e outras produções menores no final de 2023.
Doctor Who sempre se esforçou para ser minimamente precisa em relação à ciência dentro do seu universo ficcional.
No episódio “The Long Game” de 2005, a série abordou a construção de transmissões de notícias manipuladas, algo relevante atualmente.

Com informações do site Astrophysicist Says Time Travel Show Is Spot On About One Thing.

Katia Rangel Katia Rangel

erente de projetos do portal. Graduada em Letras, tem como missão cuidar da parte técnica do site e garantir que tudo esteja sempre funcionando perfeitamente. Graduada em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Katia Rangel é a gerente de projetos do portal Bienaldolivrojf.com.br.

Deixe um comentário